Seja nosso amigo no Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Twitter
00:00     00/00/0000    
FÓRMULA 1
19/09/2016 09h00
TAMANHO DO TEXTO Diminuir fonte Aumentar fonte

Rosberg reage e retoma liderança da F1


Com três vitórias seguidas no campeonato, Nico Rosberg deixa Lewis Hamilton para trás

Fonte: Fellipe Granzotto/ Revista USAC News
Foto: Divulgação

Indique
Rosberg reage e retoma liderança da F1

Contrariando todas as expectativas, Nico Rosberg está de volta à luta pelo título 2016 do Mundial de F1. Após assistir de camarote ao domínio de Lewis Hamilton na primeira metade do campeonato, Nico voltou das férias com energia de sobra para reverter um quadro que já parecia definido.
 
Com atuações irretocáveis, Nico venceu na sequência os GP’s da Bélgica, Itália e Cingapura, retomando a liderança do campeonato, com 273 pontos. Apesar de ter se mantido no pódio em todas as provas, o desempenho de Hamilton foi abaixo do esperado e o inglês acabou perdendo a dianteira. Agora, o tricampeão mundial tem 11 pontos de desvantagem, restando seis etapas para o fim do campeonato.
Ao ser questionado sobre a queda de rendimento, nem mesmo Hamilton soube explicar os motivos para tal. A verdade é que ambos tiveram muitos altos e baixos ao longo do campeonato e agora terão o teste de fogo nesta fase final do certame, com as provas na Ásia, América e por fim, nos Emirados Árabes, que fecha o Mundial.
 
Enquanto a briga pelo campeonato segue acirrada entre Rosberg e Hamilton, Daniel Ricciardo vai consolidando a Red Bull como a segunda força da categoria. Com pódios em Spa e Marina Bay, o australiano é o 3º colocado no campeonato e agora soma 179 pontos, com 26 de vantagem sobre Sebastian Vettel, o quarto colocado com a Ferrari. Kimi Raikkonen (Ferrari) é o quinto, com 148, seguido pelo holandês Max Verstappen (Red Bull), o sexto colocado com 129 pontos.
 
No Mundial de Construtores, a Mercedes segue imbatível com 538 pontos e 14 vitórias no ano. A Red Bull aparece na vice-liderança, com 316 pontos, seguida da Ferrari, a terceira com 301.
 
Massa anuncia aposentadoria ao fim do ano:
 
De forma surpreendente, o brasileiro Felipe Massa aproveitou o fim de semana do GP da Itália, em Monza, para anunciar que vai se aposentar da F1 ao fim da temporada. Em outras palavras, o piloto da Williams disputará as últimas seis corridas de sua vitoriosa e longa carreira na principal categoria do automobilismo mundial.
 
Aos 35 anos, Massa se disse satisfeito por tudo que alcançou na F1 e garantiu que não aceitaria se manter na categoria sem ser competitivo. Ao notar que sua renovação com a Williams não avançaria, Felipe não quis negociar com a Renault e preferiu se retirar da categoria por vontade própria. Desde sua estreia, em 2002, Massa conquistou 11 vitórias e teve como ponto alto da carreira o vice-campeonato mundial, em 2008.
 
Boatos indicam que o brasileiro deverá seguir competindo na F-E (que hoje conta com Lucas di Grassi e Nelsinho Piquet) ou no DTM, o Campeonato Alemão de Turismo (que hoje já conta com o brasileiro Augusto Farfus Jr). 


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Massa se despediu da F1, na Stock duelo de gerações

AUTOMOBILISMO

| 22/11/2016

Massa se despediu da F1, na Stock duelo de gerações

Brasileiro da Williams fez seu último GP do Brasil. Felipe Nasr foi nono e Verstappen deu um show de pilotagem

Rosberg põe uma mão na taça

AUTOMOBILISMO

| 25/10/2016

Rosberg põe uma mão na taça

Com vitória no Japão, alemão da Mercedes dá grande passo para o título da F-1

Hamilton mira o tetra na volta das férias da F1

AUTOMOBILISMO

| 25/08/2016

Hamilton mira o tetra na volta das férias da F1

Após recuperação na primeira metade do campeonato, inglês busca manter ritmo na fase final da F1

Ver todas

 



NOTÍCIAS POR MONTADORAS

AGRALE ALFA ROMEO ASTON MARTIN AUDI
BENTLEY BMW CHERY MOTORS CHEVROLET
CHRYLER CITROEN CROSS LANDER DODGE
FERRARI FIAT FORD GEELY
HONDA HUMMER HYUNDAI IVECO
Anterior Próxima




SHOPPING

 
Portal Carros e Acessórios | © 2009 - 2018 - Todos os direitos reservados